top of page

BH deixa de vacinar crianças contra Covid-19 por falta de imunizante

Atualizado: 4 de jan. de 2023

Crianças de 3 a 11 anos de idade deixaram de ser vacinadas contra a Covid-19 em Belo Horizonte por falta dos imunizantes CoronaVac e Pfizer Pediátrica. De acordo com a Prefeitura do município, a última remessa foi entregue no dia 21 de novembro do ano passado.


O executivo municipal afirma que o estoque será reabastecido “tão logo novas remessas do Ministério da Saúde sejam encaminhadas para Belo Horizonte pela Secretaria de Estado de Saúde”. Com isso, os públicos serão convocados mais uma vez.

“A Secretaria Municipal de Saúde reafirma a disponibilidade de pessoal e de todos os insumos necessários para a continuidade do processo de imunização, tão logo as doses sejam entregues”, destacou.


Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde informou que a disponibilização de novas remessas para os municípios depende do repasse do Ministério da Saúde. Já o Ministério da Saúde afirmou que a previsão é de que novas doses sejam enviadas nas próximas semanas. A pasta ainda reforçou que as vacinas são distribuídas de acordo com a solicitação dos estados, considerando o público-alvo planejado.


Leia nota do Ministério da Saúde na íntegra

O Ministério da Saúde acompanha atentamente o cenário epidemiológico da Covid-19 no país e o andamento da campanha de vacinação em todas as faixas etárias. Mais de 580 milhões de doses de vacinas já foram entregues para todos os estados e Distrito Federal. Apenas para atendimento do público de 5 e 11 anos foram enviadas mais de 24 milhões de doses da Pfizer. Somente o Estado da Bahia recebeu mais de 1,8 milhão de doses.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page