top of page

Da mesmice sempre vem a novidade

Atualizado: 17 de jan. de 2023

Há muito, incomoda-me a subserviência ao poder local, o caráter eminentemente panfletário e a ausência de pensamento crítico, livre e democrático em veículos de comunicação pelo interior do Brasil.


Com motivação para mudar esse cenário que caracteriza boa parte da mídia interiorana, nasceu o projeto Sagarana Notícias, um portal que chega à nossa região para qualificar o debate público, informar com independência e valorizar a cultura e a história regional.


Permearão a nossa linha editorial: a autenticidade, o bom senso e a transparência.

Por meio da autenticidade e do bom senso, o Portal Sagarana busca ser uma fonte de informações confiáveis e sustentadas pela credibilidade de nossas matérias e nossos colunistas. O bom senso se revelará na capacidade de estabelecer diálogos com as mais diversas perspectivas e com a pluralidade de nossa sociedade, representada pelos distintos grupos sociais e políticos. Bom senso significa, sobretudo, nossa crença no diálogo respeitoso e plural.


A transparência se revela basilarmente em nosso compromisso com o interesse público e não com casuísmos. A pauta será sempre aquela que interessa ao conjunto da sociedade.


O Sagarana Notícias é uma iniciativa independente, colaborativa e multidisciplinar, reunindo uma equipe com diferentes formações e habilidades, incluindo jornalismo, publicidade, administração, direito, ciências sociais, filosofia, geografia, design, teologia, tecnologia, marketing, dentre outras.

O nome, claro, é uma homenagem ao escritor que viveu em nossa região na década de 1930 e marcou para sempre nossos olhares, nossa perspectiva e a relação de pertencimento ao nosso lugar.

Diante da mesmice e do convencionalismo, que dão a tônica a boa parte das mídias, sabemos que é muito difícil fazer algo diferente e com valores, tal qual nos propomos corajosamente neste hiato da história. No entanto, a coragem e a inspiração vêm do genial escritor que ousamos homenagear.


Em Primeiras Estórias, João Guimarães Rosa (1908-1967) tece narrativas sobre a vida, o milagre, a loucura, os desafios da existência, o espanto… No conto “Luas-de-Mel”, o personagem fazendeiro-narrador, Joaquim Noberto, enuncia logo de entrada: “No mais, mesmo, da mesmice, sempre vem a novidade”. Ao fim e após reencontrar o seu amor no meio do cotidiano, o narrador desfecha: “amanheci fora de horas, me nascendo dos conchegos. A postos, todos. Aquele dia, a terça-feira. Era o dia?”.


Por acaso, hoje é terça-feira e a novidade irrompe entremeio a mesmice, parindo a curiosidade e a inquietude, que fazem dos seres humanos mais que meros reprodutores de cotidianidades. A novidade traz ainda um convite: vamos incitar nossos olhares?


Estamos a “postos, todos”!


 

* Alisson Diego Batista Moraes é advogado, professor e, atualmente, secretário de Fazenda do município de Nova Lima-MG. É bacharel em Filosofia pela UFMG, mestre em Ciências Sociais pela PUC-Minas, especialista em Gestão Empresarial pela FGV e mestrando em Administração pela Fundação Dom Cabral. E-mail: alissondiegobatista@yahoo.com.br

1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


JOÃO TAVARES
JOÃO TAVARES
Jan 17, 2023

Parabéns pela ousada iniciativa. E o artigo de boas vindas já é um primor jornalístico-literário. Que as terças-feiras sejam eternas.

Like
bottom of page