top of page

Quatro fugitivos da justiça foram presos nas últimas horas em MG

Os fugitivos eram procurados por crimes da Lei Maria da Penha, estupro de vulnerável, não pagamento de pensão alimentícia e homicídio

Foto: PMRV

Quatro foragidos da justiça foram presos nas últimas 12 horas em Minas Gerais. Ao parar um Astra para vistoria, no quilômetro 80 da rodovia MG-270, próximo a Carmópolis de Minas, no centro-oeste do estado, a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), prendeu D.R.F., que tinha um mandado em aberto por crime contra a Lei Maria da Penha.


O homem, que dirigia o veículo, tem uma condenação por agredir uma mulher. Ele foi levado para a Delegacia de Carmópolis e deverá ser levado para o sistema prisional.


No quilômetro 91 da MG-446, próximo a Guaxupé, no sul de Minas, a PMRv prendeu M.R.S., de 36 anos, que tinha em aberto um mandado de prisão por estupro de vulnerável. O homem está condenado a nove anos e quatro meses de prisão, em regime fechado. Ele foi levado para a Delegacia de Muzambinho.


No norte do estado, na LMG-646, na altura do município de Monte Formoso, patrulheiros interceptaram uma motocicleta Honda/CG, pilotada por F.P.S., de 30 anos, que tinha um mandado de prisão deferido pela 2ª Vara Cível da Comarca de Araçuaí, por falta de pagamento de pensão alimentícia. O homem foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Almenara.


Documentos falsos

Em Jaboticatubas, a Polícia Militar identificou e prendeu um homem, de 31 anos, por portar documento falso e por ter um mandado de prisão em aberto. Segundo o Boletim de Ocorrências (BO), os policiais chegaram ao suspeito a partir de uma denúncia anônima.


O homem estava nas imediações da comunidade do Curralinho, zona rural de Jaboticatubas. Foi montada uma operação que resultou na prisão de L.T.F.F., de 31 anos.


O documento apresentado aos policiais, uma carteira de identidade, tinha a foto do homem, mas com outro nome. Os policiais insistiram em que o suspeito apresentasse outro documento, o que possibilitou a constatação da falsidade e também a confirmação de que o homem tinha mandado de prisão em aberto.


Contra o suspeito, que era foragido da Justiça, constava um mandado de prisão em aberto por homicídio. Ele foi levado para a Delegacia de Plantão de Jaboticatubas.


 

Matéria por Ivan Drummond - Estado de Minas

0 comentário

Comments


bottom of page