top of page

Deputada mais votada em Itaguara tem bens bloqueados após determinação da Justiça

O Poder Judiciário determinou o bloqueio de bens no valor de R$ 310 mil de três deputados, dois estaduais e um federal nesta semana: Carlos Henrique (Republicanos), Ione Pinheiro (DEM) e do Gilberto Abramo (Republicanos). O bloqueio ocorreu a pedido do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).


De acordo com a decisão do juiz Emerson Marques dos Santos da 1ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias, no âmbito de uma ação de improbidade em face dos três parlamentares, há “evidências consistentes” de que os três parlamentares “se aproveitaram dos seus cargos públicos para obter vantagens ilícitas de ordem financeira”. A decisão do magistrado foi publicada nesta terça-feira (17/01).


Do valor total, foram bloqueados R$ 103.077,01 do deputado federal Carlos Henrique; R$ 102.252,11 do deputado estadual Gilberto Abramo; e 105.209,58 da deputada estadual Ione Pinheiro. Os valores foram corrigidos pela inflação até maio de 2022 e dizem respeito ao que foi reembolsado pela ALMG em gastos com locadoras de veículos.


Não há condenação


O fato de a justiça mineira ter determinado o bloqueio de bens não pode significar uma antecipação do julgamento do mérito da questão, isto é, houve apenas uma medida preventiva para garantir que, caso eles sejam condenados, terão dinheiro para ressarcir os cofres públicos. O processo ainda possui muitas fases até sua conclusão e os deputados terão direito a diversos recursos.


Votação recorde em Itaguara


A deputada estadual reeleita, Ione Pinheiro, obteve 2.639 votos em Itaguara nas eleições de 2022, o que correspondeu a 36,54% dos votos válidos para deputado estadual no município, uma das maiores votações para deputado da história da cidade. A parlamentar foi apoiada pelo prefeito reeleito, Donizete Chumbinho, Ione (DEM) e o seu grupo político.


VEJA ABAIXO OS 10 DEPUTADOS ESTADUAIS MAIS VOTADOS EM ITAGUARA NA ELEIÇÃO DE 2022:


O Re, em vermelho, na frente dos nomes dos candidatos significa que os mesmos foram "reeleitos"


O outro lado


A deputada enviou nota a veículos de imprensa defendendo-se da acusação. Veja a íntegra abaixo:


"Nota Oficial da Deputada Estadual Ione Pinheiro"


INJUSTIÇA e INDIGNAÇÃO


A respeito da matéria publicada envolvendo meu HONRADO e LIMPO nome com uma suposta irregularidade (QUE NÃO É VERDADE!) venho, em respeito à minha filha e aos mineiros, manifestar o seguinte:


1 – A matéria se refere à locação de um veículo, no ano de 2015, por um ano, feita rigorosamente dentro das normas legais, e, sobretudo, com absoluta austeridade e respeito ao dinheiro público que sempre marcaram minha vida parlamentar.


2 – A contratação referida foi FISCALIZADA e APROVADA pelo órgão técnico de controle do legislativo, integrado por competentes e responsáveis servidores concursados, independentes, que não possuem nenhum vínculo comigo.


3 – Sou uma parlamentar em terceiro mandato que já economizou mais de 700 mil reais de verba indenizatória, deixando de gastar o que teria direito para que esse recurso fosse utilizado na saúde, segurança e educação, a favor das mineiras e mineiros.


Como representante da população, e, também, como mulher, mãe e trabalhadora, estou INDIGNADA com essa INJUSTIÇA.


Todos que me conhecem sabem que minha vida é pautada por muito trabalho, comprometimento e probidade, exemplo que quero deixar para minha filha.


Manterei sempre em meu coração valores e princípios inegociáveis, sendo oportuno, trazer a lição aprendida com meu saudoso pai, Tonico Pinheiro: "Quem não deve, não teme".


Ione Pinheiro


Belo Horizonte, 20/01/2023"

0 comentário

Comments


bottom of page